terça-feira, 28 de agosto de 2012

Como separar o joio do trigo?

Joio: “Planta da família das gramíneas, de sementes tóxicas, comum nos prados e nas culturas, onde prejudica o crescimento dos cereais. Fig. Coisa de má qualidade que se mistura às boas e as prejudica.”

Trigo: “Planta herbácea anual, da família das gramíneas, que produz o grão (cariopse) de que se extrai a farinha usada especialmente para o fabrico do pão: o trigo é o cereal por excelência, a planta alimentar mais cultivada no mundo.”

Trigo-e-joio

Como separar o joio do trigo?

Tem-se dito por aí que separar o joio do trigo significa separar os bons dos maus, o que presta do que não presta. Portanto, é preciso aprender mesmo a separar essas duas coisas.

Só com o tempo a gente se torna capaz de ser mais seleto. As experiências nos dão essa capacidade. Pior é quem já viveu bastante e ainda não aprendeu... Continuam fazendo as piores escolhas e a seguir pela vida da maneira mais árdua e sofrida. Tem gente que é craque nisso!

Difícil é separar o joio do trigo em matéria de amor. Escolher a pessoa certa para nós; definir aquela com maior probabilidade de dar certo. Tem gente que se finge de trigo muito bem. Caímos. Durante o relacionamento vem a descoberta: são joios legítimos! Então sofremos. Tarde demais para um descarte sem dano.

Mais fácil é na hora de escolhermos amigos. A amizade não traz essa magia que nos cega, como no amor. Amigos nascem da admiração pessoal, afinidades comprovadas, parceria sem cobrança. Trigo é amigo de trigo e joio é amigo de joio. Afinal, “digas com quem andar que te direi quem és…” Mas a amizade verdadeira é como uma plantação de trigo... Fecunda!

No trabalho, é possível haver mais joio do que trigo. Cautela se faz necessária. Trabalho é trabalho. Executa-se da melhor maneira possível. Se o próprio emprego for joio, deve-se trocá-lo com urgência. Não há tempo a perder. É lá que passamos a maior parte do nosso tempo. É sempre bom lembrar que do trigo vem o pão, o bolo e vários outros alimentos. Trigo é fundamental para um trabalho promissor…

Em tudo que fazemos é preciso separar o que nos faz bem do que nos faz mal. A vida é única. Não podemos desperdiçá-la.

Excessos, exageros, escassez, ausências, turbulências, confusão: são joios, sem dúvida. Elimine-os. Dosar sentimentos, vivendo em harmonia pode render dias mais tranquilos e felizes.

Trigo, trigo, trigo.

Um dia a gente aprende.

trigo1

2 comentários:

  1. Como na parábola do joio e do trigo,
    muitos tem vivido apenas de aparencias. Mas nao podemos ser como o
    joio que parece ser, mas não é. Temos que "ser" em essência, com
    atitudes de verdadeira adoração a Deus.

    ResponderExcluir
  2. SEPARANDO O JOIO DO TRIGO:
    (JB.12.48/49) QUEM ME REJEITA E NÃO RECEBE AS MINHAS PALAVRAS TEM QUEM O JULGUE, A PRÓPRIA PALAVRA QUE TENHO PROFERIDO, ESSA O JULGARÁ NO ÚLTIMO DIA; PORQUE EU NAO TENHO FALADO POR MIM MESMO, MAS O PAI QUE ME ENVIOU, ESSE ME PRESCRITO O QUE DIZER E O QUE ANUNCIAR: (1TS.4.8) DESTARTE, QUEM REJEITA ESTAS COUSAS, NÃO REJEITA AO HOMEM, E, SIM, À DEUS, QUE TAMBÉM VOS DÁ O SEU ESPÍRITO SANTO: (GL.1.20) ORA, ACERCA DO QUE VOS ESCREVO, EIS QUE DIANTE DE DEUS TESTIFICO QUE NÃO MINTO:
    Arnaldo Ribeiro ou Israel

    ResponderExcluir

Os comentários são de responsabilidade única dos seus autores e não expressam, necessariamente, a opinião do blog.